consulta com Betty Milan

AGONIADA

Namoro um rapaz há um ano e meio. Com três meses de namoro, ele me contou que é usuário de drogas. Eu o amo e procuro respeitá-lo. Não faço muitas perguntas, não discuto e não condeno, mas a condição dele me entristece. Fico agoniada quando ele procura a droga. Tento dar amor, compreensão e levantar a sua auto-estima, pois acredito que ele esteja doente. Isso não tem surtido efeito. Como lidar com o problema da droga e manter o relacionamento? Será que eu tenho como ajudá-lo?

 

O namorado é usuário eventual de droga ou é drogado? No segundo caso, você só ajuda encaminhando para o especialista. “Dar amor, compreensão e levantar a auto-estima” faz o relacionamento de vocês se manter, porém, não resolve o problema do vício. Pelo contrário, pode até agravar, na medida em que o namorado conta com o seu amor incondicional. “Minha namorada é compreensiva”, e ele vai em frente.

Acho que você deve primeiramente fazer o possível para que o vício seja superado e depois se afastar caso a superação seja impossível.

Na sua posição, você falta com o respeito em relação ao namorado e a si própria. Ao namorado porque, ao calar as perguntas, consente na autodestruição dele. A si própria porque vive uma relação amorosa que traz tristeza e agonia. Antes só do que mal acompanhada.

A expressão ter respeito por uma pessoa significa, segundo Deonísio da Silva, considerar o passado dela. Respeito vem da palavra latina respectu, que designa o ato de olhar para trás(77).

Sugiro que você olhe para o seu passado, se debruce sobre ele para entender o motivo do seu apego. Assim, você se tornará mais capaz de encontrar o bom caminho, que não pode ser o de manter um namoro que não satisfaz. Ninguém precisa disso a menos que não consiga ficar só, o que limita muito as possibilidades do sujeito.

Em suma, está na hora de você se voltar para si mesma.

  

QUEM AMA RESPEITA

 

Publicado em Fale com ela


Facebook
Facebook
Youtube
Youtube
Google +
Google +
http://www.abcdavida.com.br/consultorio-sentimental/agoniada/
Comentários sobre "AGONIADA"

Enviar uma resposta